SIATE OU SAMU - Alunos do curso de enfermagem de uma faculdade privada de Maringá realizam projeto de extensão para esclarecer a população sobre as diferenças entre os serviços
Você sabe quando deve chamar um ou outro ?

09/05/2019


Os alunos do 4º ano do curso de enfermagem de uma faculdade privada de Maringá, prepararam um projeto de extensão que tem como objetivos primordiais, esclarecer, orientar e conscientizar a população acerca das diferenças entre os serviços prestados pelo SAMU (192) e SIATE (193).

O trabalho desenvolvido por Ana Heloísa Lopes da Silva, Luana Lucas dos Santos Facci, Reginaldo Dias e Elisangela Galvão Dionísio, é  orientado pela Enfermeira Drª Kelly Suzue Iamaguchi Luz. 

Basicamente, o Samu atende casos clínicos e o Siate atende vítimas de traumas e apesar dos serviços existirem há quase 30 anos no Paraná e de fazerem parte da rotina das grandes cidades, muitas pessoas ainda desconhecem os objetivos de um e de outro. A falta de informação causa vários tipos de transtornos ao sistema de serviços, atrasam o atendimento e roubam minutos que pode custar vidas.

 

TROTES

Além de esclarecer sobre as diferenças de atuação de ambos, o trabalho também alerta para os danos que os trotes causam ao sistema.  

 
A arte abaixo, é parte componente do projeto, e O FATO MARINGÁ abre espaço para divulgar a campanha de esclarecimento:
 
Fique atento aos sinais e características presentes na figura, e seja um cidadão consciente na hora do chamado, sua ligação vale uma vida!
 
 
 
 
 
 

Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.