SAÚDE: Aumenta a infestação do mosquito Aedes aegypti em Campo Mourão
”Levantamento constatou índice geral de 6,66 por cento, quando o aceitável pelo Ministério da Saúde é abaixo de 1 por cento

10/01/2020


O Levantamento Rápido de Índice para Aedes Aegypti (LIRA) realizado nesta semana pela Secretaria Municipal de Saúde apontou um índice geral de 6,66 por cento de infestação. O levantamento demonstra que o índice aumentou em relação a última verificação, realizada em novembro, que apontou 2,61 por cento de infestação. O preconizado pelo Ministério da Saúde é abaixo de um por cento.

Das 43 localidades analisadas, em 29 o índice ultrapassou 4 por cento, que é considerado alto risco. Nos jardins Tropical 2 e Avelino Piacentini o índice de infestação passou de 19 por cento. Nos bairros Paulista e Modelo ultrapassou a marca de 15 por cento. Em apenas quatro localidades, o LIRA constatou índice zero de infestação.

Dos 1.817 imóveis verificados, em 121 foram encontrados focos do mosquito Aedes aegypti, a maioria em residências (82 por cento). Os principais criadouros estão em piscinas, tambores, lonas e tanques (36 por cento) e no lixo (34 por cento).

“Pelo trabalho diário dos agentes já esperávamos que haveria aumento da infestação. Desde o fim do ano passado já alertamos que se a população não colaborar para reduzir os índices é impossível dar conta”, observa o presidente do Comitê Gestor da Dengue, Carlos Bezerra, ao lembrar que as temperaturas altas e o tempo chuvoso favorecem a proliferação do mosquito transmissor.

A amostragem do Lira serve de base para o trabalho de combate. O índice de infestação é obtido a partir dos resultados das amostras analisadas em laboratório. Atualmente o município está com sete casos positivos de dengue e 23 suspeitos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: Ascom CM


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.