Primeira etapa da Campanha Nacional de Sarampo vacinará crianças com idades entre seis meses e menores que cinco anos

07/10/2019


Seguindo a determinação do Ministério da Saúde, a Secretaria de Saúde de Mandaguari iniciou nesta segunda-feira a Campanha de Vacinação contra o Sarampo que será realizada de forma seletiva, conforme determinado pelo Governo Federal, em duas etapas que priorizam as crianças e adultos entre 20 e 29 anos.

Nesta primeira etapa, que ocorre entre os dias 7 e  25 de outubro, será realizada a vacinação de todas as crianças não vacinadas de seis meses a menores de cinco anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias). O dia D, de mobilização nacional, será 19/10.  A criança irá receber a vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).

O coordenador da Vigilância Epidemiológica, Wellington Spinoza, explica que é imprescindível a participação dos pais. “Pedimos que os pais com filhos nessa faixa etária procurem uma Unidade Básica de Saúde com a carteira de vacinação da criança. Todas que não receberam a vacina deverão ser imunizadas”.  Todas as UBS estão atendendo a Campanha, exceto o posto de Saúde Vila Vitória.

A segunda etapa vai acontecer entre os dias 18/11 a 30/11, será realizada a vacinação de adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos de idade. O dia D, de mobilização nacional será 30 de novembro. Para esse grupo será disponibilizada a vacina dupla viral (sarampo e caxumba).

 

 

CASOS

No Paraná já foram confirmados 59 casos da doença, sendo que 2 ocorreram em Maringá. Em Mandaguari existe um caso que ainda está sendo investigado. O último caso de Sarampo no Brasil foi em 2015.

O Sarampo é uma infecção viral, aguda, altamente contagiosa, transmitida por via aérea através da fala, espirro, tosse e respiração. Pode acometer todas as faixas etárias suscetíveis, tendo maior gravidade nos extremos de idade, porém a maior incidência no Paraná é na faixa etária que será vacinada pela campanha com registro de 35 casos em adultos de 20 a 29 anos.

 

O vírus do Sarampo pode levar a complicações como, encefalite, meningite e pneumonia. As crianças apresentam maior risco de desenvolver complicações, tais como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos pelo sarampo

“O Sarampo é uma doença muito fácil de contrair, que contágio elevado  e extremamente perigosa. A vacina é a única forma de evitar doença. Por isso, a Secretaria de Saúde reforça a importância de levar as crianças com a carteirinha de vacina nos postos e dos jovens se imunizarem na segunda etapa da campanha. Vamos deixar Mandaguari longe do vírus e cuidar de nossa gente”, finaliza Spinoza.


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.