População mundial deve crescer em 2,2 bilhões até 2050
Dados são de novo relatório do ONU Habitat, divulgado nesta quarta-feira; tendência havia perdido força no início da pandemia de Covid-19; população urbana deve seguir crescendo e cidades precisam se reconstruir de forma inclusiva e sustentável.

30/06/2022


foto: Arquivo Brescia 2013 - O FATO MARINGÁ

 

O Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos, ONU Habitat, divulgou um relatório afirmando que a rápida urbanização foi apenas temporariamente atrasada pela pandemia do Covid-19.

O estudo aponta que a população urbana global deve crescer em mais 2,2 bilhões de pessoas até 2050. Atualmente, o planeta tem 9,7 bilhões de pessoas, segundo os dados do Departamento de Assuntos Sociais e Econômicos da ONU, Desa. Em 2019, a previsão de crescimento da população era de 2 bilhões até 2050.

Pandemia

Segundo o levamento, a fuga em larga escala das grandes cidades nos estágios iniciais da pandemia percebida no campo ou cidades menores foi uma resposta de curto prazo que não deve alterar o curso da urbanização globalmente.

Apesar da maior incidência do vírus nas áreas urbanas e das dificuldades econômicas criadas pela pandemia, as cidades estão mais uma vez servindo como polos de oportunidade para pessoas em busca de emprego e educação ou para se refugiarem de conflitos, afirma o relatório.

Com as populações urbanas existentes também continuando a crescer naturalmente por meio do aumento das taxas de natalidade, particularmente em países de baixa renda, a população urbana deverá crescer de 56% do total global em 2021 para 68% em 2050.

O relatório conclui que “as cidades vieram para ficar, e o futuro da humanidade é, sem dúvida, urbano”, embora afirme que os níveis de urbanização são desiguais, com o crescimento desacelerando em muitos países de alta renda.

Urbanização como megatendência

Segundo a subsecretária-geral da ONU e diretora executiva da ONU-Habitat, Maimunah Mohd Sharif, a urbanização continua sendo uma poderosa megatendência do século 21. Ela explica que isso traz múltiplos desafios, que foram ainda mais expostos pela pandemia.

Para Maimunah Mohd Sharif, há uma sensação de otimismo de que o Covid-19 deu uma oportunidade de reconstruir de maneira diferente. Ela acredita que com as políticas certas e o compromisso certo dos governos, as crianças podem herdar um futuro urbano mais inclusivo, verde, seguro e saudável.

A publicação do relatório acontece durante o Fórum Urbano Mundial, a principal conferência global sobre desenvolvimento urbano sustentável.

O evento está sendo realizado em Katowice, Polônia, de 26 a 30 de junho, convocado pela ONU-Habitat e coorganizado com o Governo da Polônia e a cidade de Katowice. ONU NEWS


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.