Mandaguari apresenta projetos selecionados em Congresso Paranaense de Saúde
Paralelo ao Congresso acontece a Mostra de Experiências Municipais

26/05/2019


O munícipio de Mandaguari está muito bem representado no XXXV Congresso Estadual de Secretárias Municipais de Saúde do Paraná, realizado em Cascavel, com dois projetos selecionados para a Mostra de Experiências Municipais: Exemplos de Êxito nas Regiões de Saúde. O Cosems-PR é um dos mais importantes encontros anuais sobre saúde pública do Estado.

Com o tema “Desafios Contemporâneos da Gestão do Sus”, o evento aborda as Responsabilidades na Gestão: Modelo de Atenção, Planejamento Regional Integrado e Processo de Governança e a Articulação e Decisão nos Espaços Colegiados e sua Relação com o Poder Legislativo, entre outros assuntos de interesse dos munícipios do Paraná.

MOSTRA

Paralelo ao Congresso acontece a Mostra de Experiências Municipais: Exemplos de Êxito nas Regiões de Saúde, onde a Secretaria Municipal de Saúde concorre com dois excelentes projetos selecionados entre os mais importantes do estado para concorrer com os demais municípios participantes.

O coordenador da Vigilância Sanitária, Adriano Borges, foi selecionado com o projeto “Da vigilância sanitária ao poder judiciário: transformando os focos de mosquitos Aedes aegypti em crime contra a saúde pública”, que prevê punições administrativas, cível e criminal para proprietários de empresas e residências com focos para a proliferação do mosquito.

Borges explica que com a implantação dessa medida mais severa as borracharias, por exemplo, eliminaram em quase 100% os focos favoráveis para a dengue. “Hoje, Mandaguari é exemplo no combate à dengue. Quem não elimina os focos é advertido, notificado e recebe um processo administrativo da Prefeitura, que encaminha esse processo para a Delegacia e ao Fórum. Moradores e empresários que contribuem para a proliferação do mosquito da dengue respondem por processos cível e criminal na Justiça, com penas rigorosas. É um prazer apresentar esse projeto para outras cidades que podem implantar a mesma ideia e contribuir para um Estado livre da doença”, diz o coordenador da Vigilância Sanitária de Mandaguari.

Outro projeto apresentado na Mostra é o da enfermeira Alyne Maragno que  implantou o Pré-natal do Parceiro na Unidade Básica de Saúde Morumbi. “Iniciamos as ações em 2017  elaborando um prontuário específico para esse atendimento contendo dados de identificação, antecedentes familiares e pessoais, histórico de vacinação, requisição de exames e guia de solicitação de exames padronizados. Em 2018 o município implantou a Carteira do Pré-Natal do Parceiro melhorando ainda mais esse atendimento e unindo as famílias nesse momento especial que é gerar um filho. Estamos felizes com os resultados obtidos e por apresentar esse projeto nesse conceituado Congresso”, comenta Alyne Maragno.

Fonte: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Mandaguari

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.