LÍBIA: Combates pelo controle de Tripoli se intensificam. Líbicos rejeitam "ajuda". Saudosos de Gaddafi, líbicos não querem mais democracia importada

23/05/2019


Na Líbia, a batalha por Trípoli continua entre o autoproclamado Exército Nacional Líbio (LNA), de Khalifa Haftar, que tenta ganhar o controle da capital há mais de seis semanas, e forças favoráveis ao Governo de União Nacional (GNA),

Ex-general do Exército sob o comando de Muammar Gaddafi, Haftar diz que o esforço militar acabará por trazer estabilidade à Líbia após anos de conflito.

 

Na quarta-feira, Haftar foi recebido pelo presidente francês, Emmanuel Macron - que diz querer facilitar o diálogo entre os dois lados em conflito. Mas, no terreno, a reunião foi vista como mais uma tentativa de ingerência das potências estrangeiras.

 

O enviado da ONU, Ghassan Salame, referindo-se à degradação da situação no país rico em petróleo, advertiu, em Nova Iorque, que a Líbia não precisa de ninguém para "cometer suicídio".

fonte: euronews.com

                                                                  publicidade

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.