Fim das negociações de paz entre Rússia e Ucrânia em Istambul

29/03/2022


Terminaram as negociações entre as delegações da Rússia e Ucrânia, em Istambul, para tentar chegar a um acordo de paz. No encontro, a Ucrânia propôs adotar uma posição de neutralidade, exigiu um cessar-fogo e garantias de segurança, para resolver problemas humanitários. O vice-ministro da Defesa da Rússia, Alexander Fomin, anunciou que as tropas russas vão recuar e reduzir os ataques a Kiev, a capital ucraniana.

Entre os presentes esteve o multimilionário russo com ligações ao Kremlin, Roman Abramovic, alvo de sanções por parte do Ocidente.

 

 

Ancara reiterou que a guerra deve terminar “o mais rapidamente possível”. Entretanto, os bombardeamentos continuaram em terreno ucraniano, um edifício da administração regional da cidade de Mykolaiv foi atingido por mísseis russos e ficou parcialmente destruído.

 
 

Pelo menos 7 pessoas morreram no ataque e 22 ficaram feridas. Os combates deixam um longo rasto de destruição. Moscovo avançou que as suas forças destruíram um depósito de combustível e vários drones.

Durante as negociações o presidente da Turquia pediu ainda a colaboração das duas partes para que seja possível chegar a uma solução aceitável para a comunidade internacional. Acrescentando ainda que o prolongamento deste conflito não interessa a ninguém.

Inicialmente estava previsto que as conversações se estendessem até quarta-feira, mas Erdogan pediu rapidez às delegações russa e ucraniana - que devem adiantar mais pormenores sobre a evolução do conflito, em breve. Euro news

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.