COPA AMÉRICA: Brasil vence, Argentina perde. Resultados indicam possível encontro entre as duas seleções nas oitavas.
Brasil bate a fraca Bolívia só por 3 a 0 e Argentina decepciona e toma 2 da Colômbia. Peru e Venezuela, próximos adversários do Brasil só empatam. Var rouba a cena e a graça

13/06/2019


BRASIL 3 X 0 BOLÍVIA 

Brasil e Bolívia fizeram um partida previsível. O Brasil atacando e a Bolívia na retranca. 

Sem centro-avante, os vários atacantes brasileiros, todo mundo atacava, até quem deveria defender, continuavam a cruzar bolas na áreas dos hermanos que rebatiam todas. 

Foi um jogo fraco, decepcionante e o primeiro tempo culminou com vaias dos paulistas que pagaram o exagero de R$500,00 em tempos de crise econômica. A Copa América é também isso. A renda de R$22 milhões nos faz pensar que há muita gente com dinheiro no bolso, muito, enquanto a maioria pena e aguarda a sentença da reforma que os fará trabalhar para sempre.

No segundo tempo, os brasileiros com camisas brancas para homenagear a seleção de 1919, fez três gols mas não empolgou.

Neymar, não fez falta. Creio que com ele a coisa teria sido bem pior. 

 

PERU 0 X 0 VENEZUELA

Peru e Venezuela se enfrentam na Arena do Grêmio, em Porto Alegre - Reuters/Diego Vara/Direitos Reservados

Os próximos adversários do Brasil no torneio, se enfrentaram em Porto Alegre diante de um modesto público. Cerca de 10 mil pessoas presenciariam o empate em zero a zero e as chatas mas justas intervenções do VAR. 

Mas VAR ser chato assim lá longe. 

O Brasil deve teme-los, não são ruins como os bolivianos.

Sobre a partida não há muito o que falar, pois há momentos em que a tal tecnologia acaba por tirar toda a beleza do espetáculo. 

A parte a demora para decidir se está ou não impedido, se foi ou não penalti, há também as interferências minuciosas e inescrupulosas, chatas mesmo e desnecessárias. Os dois gols anulados pelo VAR não seriam contestados por ninguém. 

 

ARGENTINA 0 X 2 COLOMBIA

Martinez comemora gol contra a Argentina - Reuters/Rodolfo Buhrer/Direitos Reservados

O jogo mais esperado da rodada, colocou em campo Messi, Di Maria, James Rodrigues, Falcão Garcia e Ospina, mas a brilharem foram  os pouco conhecidos ou menos famosos, Martinez e Zapata.

Os argentinos bem que tentaram mas Messi nada pode jogando sozinho contra a bem organizada equipe colombiana. Olho neles, dominaram no primeiro tempo, voltaram mais apáticos no segundo mas não cederam espaço e a Argentina continuou a não levar perigo a Ospina.

 Os argentinos forçaram até os 20 minutos do segundo tempo e depois caíram de rendimento, a Colômbia cresceu e mostrou que está melhor preparada fisicamente. O primeiro gol veio com Martinez que entrou no lugar de Muriel. Martinez recebeu o lançamento de James Rodrigues, cortou o zagueiro argentino e soltou uma bomba indefensável. 

Os argentinos não se apavoraram e parece que acharam normal. Foram para o jogo e não pressionaram muito, talvez porque as forças 

se restringiam ao pobre Messi que continuava a lutar sozinho. 

O balde de água fria veio aos 40 minutos do segundo tempo com Zapata, jogador que veio da reserva e que liquidou Armani com um carrinho após o cruzamento fulminante que veio da direita. 

A Colômbia agora é a favorita para conquistar o primeiro lugar do grupo. Se a Argentina passar em segundo, poderá encontrar o Brasil que tem tudo para ser primeiro do grupo,  mas vamos e convenhamos, é melhor jogar contra a Argentina do que contra a Colômbia. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.