Bolsonaro diz que está com vontade de baixar decreto liberando retorno ao trabalho. Mandetta pergunta: "Estamos preparados para ver caminhões do Exército transportando corpos?"
A fala do presidente vai contra as indicações do Ministro da Saúde, Luís Henrique Mandetta que pede para as pessoas "ficarem em casa", e pergunta: "Estamos preparados para ver caminhões do Exército transportando corpos?"

29/03/2020


Na contramão da política adotada pelo Ministério da Saúde, o presidente da República Jair Bolsonaro voltou a criticar a estratégia de "isolamento social", como forma de combate à proliferação do Coronavírus no país. 

Bolsonaro saiu de Palácio do Alvorada, residência oficial do presidente, na manhã deste domingo, por volta das 10h, e após ir até Taguatinga onde diz ter conversado com um vendedor de churrasquinho, parou na entrada do palácio para conversar com alguns simpatizantes e com a imprensa. 

O presidente voltou a criticar as medidas de isolamento que para ele "são exageradas" e que vão causar mais danos que o vírus. 

A frase do presidente soa como uma resposta à advertência que recebeu ontem do Ministro Mandetta.

“Eu estou com vontade, tenho como fazer, estou com vontade: baixar um decreto amanhã. Toda e qualquer profissão, legalmente, existente ou aquela que é voltada para a informalidade, se for necessária para o sustento dos seus filhos, levar o leite dos seus filhos, arroz e feijão para sua casa, vai poder trabalhar”, disse na entrada do Palácio da Alvorada.

 

EM REUNIÃO TENSA COM BOLSONARO, MANDETTA ADVERTE BOLSONARO:

O ministro da saúde, Luís Henrique Mandetta frisou ontem durante uma reunião com o presidente que o Coronavírus "não é um gripezinha" e que se morrerem 1000 pessoas, será o correspondente à queda de quatro Boeings; Na sequência perguntou ao presidente e aos ministros presentes: 

"Estamos preparados para ver caminhões do Exército transportando corpos?" 

 

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.