AMUSEP: Reunião debate integração entre projetos do Governo do Estado e ações de desenvolvimento territorial

12/02/2020


foto: arquivo O FATO

Uma reunião entre integrantes do Comitê Gestor da Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial (UMDT) e técnicos dos institutos de Desenvolvimento Rural e Água e Terra do Paraná vai traçar caminhos para integrar os projetos colocados em prática pelo Governo do Estado com as ações propostas para a região da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense. O encontro ocorrerá amanhã (quinta-feira, 13), a partir das 14 horas na sede da Amusep, em Maringá.

 

O ponto de partida será identificar oportunidades que o Mapeamento Temático Integrado de Uso e Ocupação do Solo vai proporcionar para a elaboração de iniciativas que impulsionem a atividade agroindustrial na região. “Os dados do Mapa são uma fonte riquíssima de informações para o surgimento de políticas públicas, viáveis e condizentes com as caraterísticas locais”, destaca o técnico do Instituto Água e Terra, Davi Aparecido Calarga Pinezi, um dos articuladores do encontro desta quinta-feira.

 

Para os integrantes do Comitê Gestor da UMDT, a aproximação com os profissionais do Governo do Estado é mais um passo para consolidar as parcerias que “vão dar vida” aos projetos da Unidade. “Estamos na fase de semear. De buscar sementes selecionadas para serem cultivadas no solo fértil do Território da Amusep. Uma forma de termos colheita farta em um futuro próximo”, ressalta o presidente da Associação, prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista, o Batistão.

 

 

Mapeamento

Um Raios-X do cenário agrícola, o Mapeamento Temático reúne informações sobre as atividades do agronegócio desenvolvidas, de forma individual, nas 30 cidades da região da Amusep. Também traça uma “fotografia” das estradas rurais que cortam os municípios. A leitura dos dados locais resulta, ainda, em um diagnóstico que projeta as possibilidades para todo o território. “É uma ‘verdadeira bússola’ para indicar os melhores trajetos a serem percorridos na busca de ciclos de progresso autossustentáveis”, avalia o chefe do Núcleo Regional da Secretária de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Jucival Pereira de Sá.

 

 

Fusões

Os institutos de Desenvolvimento Rural e Água e Terra do Paraná são os “caçulas” da estrutura do Governo do Estado implantada pelo governador Carlos Roberto Massa Júnior, o Ratinho Júnior. O Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná é fruto da fusão dos institutos Agronômico (Iapar) e de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater); com a Companhia de Desenvolvimento Agropecuário (Codapar) e o Centro Paranaense de Referência da Agroecologia (CPRA). O Instituto Água e Terra é resultado da fusão dos institutos Ambiental do Paraná (IAP); de Terras, Cartografia e Geologia (ITCG); e das Águas.

 

 

Pioneiro

Projeto pioneiro no Paraná, a Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial (UMDT), reúne representantes da Universidade Estadual de Maringá (UEM), Amusep, Emater e Seab. O colegiado nasceu, no final de março do ano passado, após uma reunião entre o então presidente da Associação, prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva; e o reitor e vice-reitor da UEM, professores Júlio César Damasceno e Ricardo Dias Silva, respectivamente.

 

O objetivo da Unidade Mista é promover o aprimoramento tecnológico, a partir de ações inovadoras, que revertam em mais renda; melhoria na qualidade de vida; e contribuam para fixar o homem no campo. “É uma iniciativa inédita, que reúne o que cada parceiro tem de melhor para produzir riqueza no território da Amusep e ser levado para outras regiões do Estado e do País”, frisa o reitor da UEM.

 

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.