18º DIA DA GREVE DOS SERVIDORES PÚBLICOS ESTADUAIS: Em Maringá, a APP realizou plenária na Câmara Municipal e preparou propostas para enviar ao "Comando de Greve" na capital.

12/07/2019


A APP-Sindicato realizou, na manhã desta sexta-feira (12), 18º dia da greve dos servidores estaduais, plenárias em todos os núcleos sindicais da entidade no Paraná. Em Maringá, o evento foi realizado na Câmara Municipal, às 9 horas, com plenário lotado.

Na plenária, professores e funcionários dos colégios estaduais do Núcleo Regional de Educação (NRE) de Maringá tiraram proposições a serem enviadas ao Comando de Greve, em Curitiba. A mesma dinâmica ocorre nos demais núcleos sindicais. O objetivo é apresentar os anseios da categoria ao Comando de Greve, que definirá as pautas dos servidores estaduais para a assembleia geral deste sábado (13), na capital do Estado.

 

Até o momento, a única proposta oficial do governador Ratinho Junior (PSD) foi de 0,5% de reajuste, em outubro. Diante de uma inflação de 4,94%, a vergonhosa proposta foi prontamente rejeitada. Com rendimentos congelados desde 2016, a categoria já acumula mais de 17% de defasagem salarial.

 

“Fizemos os cálculos e avaliamos a Lei de Responsabilidade Fiscal. Tem dinheiro sim [para a reposição da inflação]”, explicou Vilma Garcia, presidente da APP-Sindicato Maringá. “Não iríamos pedir um reajuste que o governo não tivesse condições de conceder. Não cometeríamos essa irresponsabilidade”, acrescentou a líder sindical.

Na plenária, houve o entendimento de que a categoria precisa se manter firme no movimento, que em seu início tinha adesão de 20% dos servidores da rede estadual de ensino e que, agora, já alcança 80% de adesão na área do NRE Maringá. “Não podemos sair de uma greve sem nada, porque sem nada nós já estamos”, disse Vilma.  

fonte: Assessoria de Imprensa APP

 


Periódico Registrado em 04/09/2018 no Cartório de Registro de Títulos e Documentos e no Registro Civil de Pessoas Jurídicas de Maringá.
Protocolado e digitalizado sob nº 491.574 e matriculado no livro "B" sob nº 51.
Desenvolvido e mantido por Logicomp Co.